CAP. X – E A VINGANÇA SARAMALIGNA

Tenho um cachorro velho, ou melhor sou o humano de uma cachorra (velha), que mora aqui em casa. O velho bicho, não sobe mais escadas, por conta de problemas na patela. A casa tem escada para todo lado. O bicho, extremamente sedutor, com cara de ursinho (é um York, vocês já devem ter visto em outro post), dorme no quarto do filho. Desce de madrugada, para fazer uma boquinha, ou para ir ao banheiro, como é normal a uma “lady notiva”. Depois para subir de volta, muito discreta, acorda seus humanos com latidinhos sutis – au... (alguns segundos depois) -au... Em tom baixo, é claro. Todavia, se você não acordar com seus sedutores latidinhos, ela vai “subindo o tom”: Auuu... Auuu, com frequência menor, entente? Bem, você acorda meio cambaleando, desce, pega o bicho que já dá uma viradinha, para facilitar sua “pegada”. Sobe as escadas e a coloca no rumo do quarto do filho, onde monta seus aposentos noturnos (lembrem-se que ela é uma lady de York Shire). Acontece que quando o filho vai para a balada, no final de semana, a cena se repete, mas Lady Pucca, não quer dormir sozinha. No começo da noite ela até aceita na esperança de seu humano noturno chegar. Detalhe eu sou o humano diurno. Quando lá pelas 3 da madruga ela vê que o cara não vai voltar pra casa. Ela tem um chilique! Resolve, então, acionar seus humanos reservas. Isso significa que ela quer mudar de aposentos. Se o bicho falasse seria algo assim. – Alfred, como meu humano noturno não está, vou dormir no quarto dos humanos reserva, providencie tudo. (Alfred, sou eu). – E por favor, não reclame. Continua. Se isso acontecer, lembre-se que “a vingança dos céus saramalígna”. E sai gargalhando, com seu xale esvoaçante.

Então você, humano noturno reserva, resolve arriscar. “Peita o chefe de madrugada”, isto é, e briga com Lady Pucca depois que ela te acordou 3 ou 4 vezes à noite, e você tentou barganhar com ela dormir em seus aposentos originais, ainda que sozinha. E ela não aceita, é claro.

E, então, na manhã seguinte: Kabum!!! A vigança dos céus cai na sua cabeça em forma de passarinho bebê, que você encontra de manhã ao levar Lady Pucca para passear. Você pega o bichinho, e agora além do cachorro velho, tem que ficar dando comidinha “de mamadeira” para o pequeno. Tipo assim de duas em duas horas...

Viu no dá ser humano de um animal poderoso!.




LEV BERNI DESENVOLVIMENTO HUMANO PSICOLOGIA & EDUCAÇÃO

  • Twitter - Grey Circle
  • Facebook Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey